ADAPTAÇÃO DE MATERIAIS PEDAGÓGICOS: PROVAS E ATIVIDADES ESCOLARES

Adaptar o currículo regular significa torná-lo apropriado às peculiaridades dos alunos com necessidades especiais. Não um novo currículo, mas um currículo dinâmico, alterável, passível de ampliação, para que atenda realmente a todos os educandos.

Assim, as adaptações pedagógicas implicam em ações docentes fundamentadas em critérios que definem o que o aluno deve aprender, como e quando aprender, que formas de organização do ensino são mais eficientes para o processo de aprendizagem e como e quando avaliá-lo.

Para que esse aluno tenha um melhor aproveitamento no processo ensino/aprendizagem, privilegiando a participação efetiva na educação, a adaptação das atividades e provas devem ser personalizadas. Cada criança tem uma necessidade diferente e a adaptação deve estar de acordo com seu funcionamento cognitivo.

Conhecer a fundo o funcionamento cognitivo e emocional da criança é a chave de sucesso do processo, que se torna simples e com ganhos reais, perceptíveis para todos envolvidos: aluno/família/escola.

Para cada dificuldade apresentada existe um padrão a ser seguido na realização dessa adaptação.

Avaliações periódicas do funcionamento das adaptações são realizadas, com foco no ganho da autonomia e independência desse aluno, sendo possível a diminuição e até mesmo a exclusão desse suporte futuramente.

 

 

Profissional: Patricia Celeste Gomes

Formação: Pedagoga, Alfabetizadora

Psicopedagoga Clínica 

Institucional ABPp 137-ES

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *